Sinopse

Direção

Líbero Luxardo

Paulista de Sorocaba, nasceu em 1908. Ainda adolescente aprendeu com seu pai, dono de laboratório na cidade, os fundamentos da fotografia e dos processos cinematográficos. Iniciou sua carreira como diretor em 1939, com o longa "A Retirada da Laguna, sonorizado no processo Vitafone. Em seguida, associa sua empresa Lux Filmes à Cinédia, do Rio de Janeiro, cidade onde passa a atuar. Em 1939, vem para Belém à convite do interventor à época, Magalhães Barata, para ser uma espécie de seu assessor de comunicação. Realiza nos anos 1940/1950, documentários institucionais e independentes, além de cinejornais, na parceria como o cinegrafista paraense Milton Mendonça. A seguir, torna-se deputado estadual (PSD) e titular de Cartório Civil. Retoma a realização de filmes cinematográficos em 1962, realizando, a partir dos anos 1960, realizando 04 (quatro) longas de ficção: "Um Dia Qualquer" (1962); "Marajó, Barreira do Mar" (1964); "Um Diamante e Cinco Balas" (1967); "Brutos Inocentes" (1974). Libero Luxardo faleceu em 1980, em Belém do Pará.