Sinopse

Leo e Mimi são dois irmãos afro-argentinos cuja condição étnica dificulta o seu progresso em uma sociedade que os discrimina. Eles estão altamente motivados a mudar esta realidade: eles conseguirão realizar seus sonhos, derrotar os preconceitos e reverter a exclusão a que o sistema os sujeita?

Direção

Wisny Dorce

Meu nome verdadeiro, meu nome de nascimento, é Wisner Dorcelus, mas todos me conhecem pelo meu nome artístico, que é Wisny Dorce. Nasci em uma cidade chamada Kenscoff, uma cidade no Haiti que está localizada no distrito de Porto Príncipe, no departamento oeste do país. Vivo na Argentina há 10 anos e sou naturalizado por opção, ou seja, sou um cidadão argentino. Quanto à minha formação, estudei na Institución Cinematográfica CFP (Centro de Formación Profesional del S.I.C.A.A.A.P.M.A) entre 2013 e 2015 e também tive a oportunidade de estudar cinema em uma das mais importantes escolas de cinema da Argentina chamada ENERC (Escuela Nacional de Experimentación y Realización Cinematográfica) entre 2016 e 2018. Sou um dos poucos cineastas afro-descendentes na Argentina com experiência na área desde 2013. Em 2017 criei a Black Existencia Films, a primeira produtora audiovisual afro-descendente da Argentina. Da produtora fizemos vários curtas, médias-metragens, longas-metragens e videoclipes. Meu primeiro longa-metragem foi "El Afortunado", cuja trama se desenvolve em meio a diferentes conflitos que interagem entre si, e aborda temas relacionados ao racismo, à classe social, à luta pelo poder e pela ética, à crise sócio-econômica na Argentina e à segregação social que estrangeiriza os afro-argentinos e lhes nega sua história. Argentinos, negando-lhes sua história. "El Afortunado" participou de festivais nacionais e internacionais de cinema independente e ganhou numerosos prêmios e reconhecimentos. Ganhou 7 prêmios e uma menção especial no Festival Internacional de Cinema da Venezuela 2019, 1 prêmio no Indy Film Awards, Amsterdam 2020, foi finalista no Canadian Cinematography Awards e foi selecionado no Kosice International Film Festival 2020 na Eslováquia, na Lig-Off Global Network First Time Filmaker Sessions 2019 e no Festival Prisma em Roma 2020. Roma 2020. No final de 2020, produzi e dirigi o curta-metragem "Julia", baseado em uma idéia de Norman Briski (um dos mais importantes diretores de teatro da Argentina). Argentina). Em fevereiro de 2021, estreei o curta-metragem "Mi soledad", a história de um amor não correspondido, onde se destacam as imagens em preto e branco e a atuação silenciosa. Em julho de 2021 eu estreei a minissérie Los hermanos Afro em três canais de TV na Argentina e esta mesma minissérie está disponível em duas plataformas digitais na Argentina.