Sinopse

“IDAYUÁ As Cores do Xingu”, registrou os saberes passando de geração para geração, valorizando a cultura dos povo tanto indígenas como de populações tradicionais. Hoje, preservar as tradições está cada vez mais difícil e competitiva com tantas tecnologias e indução a prática de cultura de outras localidades. Documentar essas diversidades culturais é a contrapartida social e transmissão de saberes pelo audiovisual, incentivar e motivar a valorização dos/das artistas locais e fomentar as práticas sustentáveis dessas culturas.

Direção

Val Araújo

Graduada em Comunicação Social/Jornalista, com especialização em jornalismos cientifico, com atuação nas linha de meio ambiente, cultura, turismos e povos da floresta. A inspiração vem no envolvimento sustentável da Amazônia, onde a floresta e povos vivam em equilíbrio e igualdade no universo. O IDAYUÁ As Cores do Xingu, foi o seu primeiro documentário e o foco em patrimônio cultural imaterial de Altamira-PA é informativo e didático para o auto reconhecimento da região do Xingu. Dando destaque aos povos da floresta (Ribeirinhos e indígenas). Atualmente, esta em fase de finalização o próximos documentário “CACIQUES”, previsto para 2021.